PROVAS DE MAR

As Provas de Mar são normalmente realizadas na fase final da construção do navio ou quando um navio já existente sofre modificações que afetem a sua performance e a segurança a bordo. As provas são realizadas para testar exautivamente os vários sistemas do navio, sendo que podem demorar vários dias até todos os testes serem executados, ocorrendo normalmente em águas profundas e abertas.

 

O principal objetivo das provas de mar é medir a performance de um navio (o funcioanmento correto do motor principal e auxiliares, incluindo os sistemas de monitorização, alarmes e segurança) e a navegabilidade, sob condições realistas. Se o navio superar as provas com sucesso recebe uma certificação de comissionamento e aceitação.

PRINCIPAIS PROVAS

 

Manobrabilidade – determinar a estabilidade da manobrabilidade e da direção do navio, incluindo manobras em espiral diretas e inversas, zig-zag, e o uso propulsor lateral. Consulte as Normas IMO para a Manobrabilidade de Navios.
 

Velocidade – determina a velocidade do navio durante as provas de mar, um teste essencial para tirar conclusões e avaliar o comportamento da embarcação em operação.
 

Shaft Power – determina o eixo durante as provas de mar, um teste essencial para tirar conclusões e avaliar o comportamento da embarcação em operação.
 

Vibrações Estruturais e de Equipamento – determina se o equipamento e as vibrações estruturais estão dentro dos limites legais (normas aplicáveis), ou não.
 

Ruído – determina se o ruído em diversas áreas do navio está dentro dos limites legais (normas aplicáveis), ou não.

A NOSSA EXPERIÊNCIA

 
 

NPO Sines (2018)

Testes realizados: manobrabilidade, velocidade, potência ao veio, vibrações estruturais e de equipamentos, e ruído.

 

Draga José Duarte (2018)

Testes realizados: manobrabilidade, velocidade, vibrações de equipamento e ruído.

 

NPO Figueira da Foz (2013)

Testes realizados: manobrabilidade, velocidade, potência ao veio, vibrações estruturais e de equipamento, e ruído.