Pack Ensaios Standard

 

Pack Essencial de Análises de Combustível

 
O LabTecno dispõe das instalações e equipamentos adequados para a realização dos ensaios de caracterização de combustíveis e óleos. Para saber mais sobre o processo de envio de amostras clique aqui.
 
As matrizes disponíveis para realização de ensaios:
  • HFO (Fuelóleo)
  • Gasóleo (Rodoviário: GO; Marítimo: MGO, MDO)
 
Os ensaios assinalados com 🡄 são ensaios em processo de acreditação e em fase de avaliação pelo IPAC NP IEC/ISO 17025.
Massa volúmica a 15ºC – Densímetro portátil 🡄

ASTM D7777

Descrição: permite determinar a densidade de uma amostra de combustível a 15ºC recorrendo a um equipamento portátil.

Vantagens: permite obtenção de resultados com elevada precisão (até um valor limiar de 1 kg/m3). Ensaio em processo de acreditação e em fase de avaliação pelo IPAC NP IEC/ ISO 17025.


Teor de enxofre por energia Dispersiva - Espectroscopia de fluorescência Raios-X 🡄

ASTM D4294

Descrição: teste normativo que permite determinar o teor de enxofre num combustível recorrendo a um equipamento portátil. Uma porção da amostra é colocada no equipamento, o qual emite um feixe de Raios-X, originado de uma fonte radioativa selada, sendo que a quantidade de enxofre presente na amostra é automaticamente calculada pelo equipamento.

Vantagens: é um ensaio limpo rápido e requer pouca quantidade de amostra de teste. Possibilita uma gama de operabilidade elevada: 0,01 a 5,00 %(m/m). Ensaio em processo de acreditação e em fase de avaliação pelo IPAC NP IEC/ ISO 17025.


Teor de água por destilação 🡄

ASTM D95

Descrição: ensaio que permite a determinação do teor de água numa gama entre 0 e 25 %(V/m) em produtos petrolíferos pesados e outros materiais betuminosos pelo método de destilação.

Vantagens: trata-se de um método clássico e de fácil execução, permitindo quantificar de modo rigoroso a quantidade de água presente na amostra. Ensaio em processo de acreditação e em fase de avaliação pelo IPAC NP IEC/ ISO 17025.


Teor de cinzas 🡄

ISO 6245

Descrição: teor de cinzas consiste no resíduo inorgânico (Va, Na, Ca, Mg, Zn, Pb, Fe, Ni) que permanece após combustão de uma amostra na presença de ar, a uma temperatura elevada. Estes resíduos podem ocorrer naturalmente ou resultar de refinação, ou contaminação durante as etapas de armazenamento ou distribuição. Este ensaio consiste na queima de uma pequena quantidade de amostra em atmosfera controlada e que permite, no final quantificar o resíduo.

Vantagens:trata-se de um método gravimétrico que permite estimar a tendência do material em formar sedimentos. Ensaio em processo de acreditação e em fase de avaliação pelo IPAC NP IEC/ ISO 17025.


Viscosidade Cinemática a 50ºC

Método Interno

Descrição: a viscosidade corresponde a uma propriedade física que caracteriza a resistência de um dado fluído ao escoamento, bem como à deformação por cisalhamento. Esta propriedade varia com a temperatura. Durante o ensaio é medido o escoamento do fluido, em função do tempo.

Vantagens: trata-se de um método simples e efetivo para produtos que apresentem maior viscosidade. Possibilita a determinação da viscosidade cinemática a uma temperatura definida.


Ponto de inflamação – Método de Pensky-Martens de copo fechado

ASTM D93

Descrição: a amostra é submetida a aquecimento progressivo, sendo exposta regulamente, durante o ensaio, à presença de uma chama. O ponto de inflamação irá corresponder à menor temperatura à qual a amostra liberta vapor em quantidade suficiente para formar uma mistura inflamável. A medição é feita por recurso a um equipamento Pensky-Martens semiautomático.

Vantagens: permite avaliar a gama de aplicabilidade (combustão) do combustível e avaliar a sua perigosidade.


Água e contaminação por partículas – Inspeção Visual

ASTM D4176

Descrição: ensaio visual para avaliar a presença de água livre suspensa e contaminação por partículas sólidas em combustíveis destilados.

Vantagens: permite utilizar dois métodos para determinar a contaminação de uma amostra. Teste rápido para avaliar a presença ou ausência de água e material particulado.


Massa volúmica a 15ºC - Densímetro portátil

ASTM D7777

Descrição: permite determinar a densidade de uma amostra de combustível a 15ºC recorrendo a um equipamento portátil.

Vantagens: permite obtenção de resultados com elevada precisão (até um valor limiar de 1 kg/m3).


Teor de enxofre por energia dispersiva - Espectroscopia de fluorescência Raios-X

ASTM D4294

Descrição: teste normativo que permite determinar o teor de enxofre num combustível recorrendo a um equipamento portátil. Uma porção da amostra é colocada no equipamento, o qual emite um feixe de raios-x, originado de uma fonte radioativa selada, sendo que a quantidade de enxofre presente na amostra é automaticamente calculada pelo equipamento e expressa em percentagem mássica %(m/m) ou mg/kg.

Vantagens: é um ensaio limpo rápido e necessita de pouca quantidade de amostra de teste. Possibilita uma gama de operabilidade elevada: 0,01 a 5,00 % (m/m).


Monitorização de presença de metais e elementos por energia dispersiva – Espetroscopia de fluorescência Raios-X

Método Interno

Descrição:  monitorização da presença de metais de desgaste (por exemplo de V, Ni, Na, Ca), presentes em amostras de produtos petrolíferos pela técnica de Fluorescência de Raios-X (FRX). Uma porção da amostra é colocada no equipamento, o qual emite um feixe de Raios-X, originado de uma fonte radioativa selada, sendo que a quantidade de cada elemento presente na amostra é automaticamente calculada pelo equipamento.

Vantagens: permite uma rápida monitorização da presença de metais e elementos na amostra. Ao utilizador final permitirá um maior controlo das características do produto, permitindo identificar degradação em equipamentos e reduzir custos de manutenção.

 


Teor de água por titulação coulométrica de Karl-Fischer

ISO 12937

Descrição: Método específico para a determinação direta de água em produtos petrolíferos com ponto de ebulição abaixo de 390 °C. Permite ler um teor de água na gama de 0,003% (m/m) a 0,100% (m/m).

Vantagens: trata-se de um método que permite a determinação rápida e quantitativa do teor de água de uma amostra.


Viscosidade cinemática a 40ºC - Viscosímetros Cannon-Fenske

ISO 3104

Descrição: a viscosidade corresponde a uma propriedade física que caracteriza a resistência de um dado fluído ao escoamento, bem como à deformação por cisalhamento, sendo que esta propriedade varia com a temperatura. Durante o ensaio é medido o escoamento da amostra num viscosímetro de Cannon-Fenske, num banho de óleo termostatizado a 40ºC.

Vantagens: possibilita a determinação da viscosidade cinemática a uma temperatura definida e estável. O teste permite a determinação de valores dentro de uma gama de 5 a 700 mm2/s (cSt).


Ponto de inflamação – Método de Pensky-Martens de copo fechado

ASTM D93

Descrição: a amostra é submetida a aquecimento progressivo, sendo exposta regulamente durante o ensaio à presença de uma chama. O ponto de inflamação irá corresponder à menor temperatura à qual a amostra liberta vapor em quantidade suficiente para formar uma mistura inflamável. A medição é feita por recurso a um equipamento Pensky-Martens de copo fechado.

Vantagens: permite avaliar a gama de aplicabilidade (combustão) do combustível e avaliar a sua perigosidade.


TecnoVeritas